MENUS E SUB MENUS

sábado, 6 de junho de 2020

TÊNIS DE MESA




O conteúdo a seguir vai mostrar um pouco desse esporte tão empolgante para quem pratica, o tênis de mesa. Vou falar um pouco de tudo: origem, regras básicas, jogos de simples e duplas e de nomes que se destacaram ou se destacam no tênis de mesa brasileiro no cenário mundial. Espero que consigam todas as informações possíveis aqui nesse artigo e consigam aprender um pouco mais sobre essa modalidade.



TÊNIS DE MESA


É um esporte individual, mas que possui disputas coletivas. É dividido em jogos de simples (um contra um) e em jogos de duplas (mesmo sexo) e duplas mistas (um homem e uma mulher contra um homem e uma mulher).
Essa modalidade esportiva surgiu na Inglaterra, no século XIX, com o nome pingue-pongue (em razão do som que a bola produzia quando estava em contato com a raquete e a mesa). Foi criado por estudantes universitários como um jogo recreativo e eram usados livros no lugar onde atualmente fica a rede, isso para dividir a mesa, e as raquetes eram caixas de madeira. como podemos ver, o improviso teve efeito decisivo no surgimento do tênis de mesa. Como podemos ver, o improviso teve efeito decisivo no surgimento do tênis de mesa.
Os primeiros torneios são realizados a partir de 1901, com registro de centenas de participantes. Assim se cria a “Ping-Pong Association” (Associação de pingue-pongue), que é substituída em 1922 pela “Table Tennis Association” (Associação de Tênis de Mesa), dando lugar à International Table Tennis Federation (ITTF) (Federação Internacional de Tênis de Mesa) em 1926.

No Brasil, as primeiras práticas do tênis de mesa foram registradas na primeira década do século XX (20), realizadas por turistas ingleses, mais precisamente no ano de 1905. O primeiro torneio no Brasil foi realizado somente em 1912, na cidade de São Paulo. Antes era praticado somente em casas particulares e em clubes.

Existem entidades responsáveis pela organização das competições. Vejamos duas:

A ITFF – é a Federação Internacional de Tênsi de Mesa, traduzido para o português. É responsável por organizar as regras do esporte e realizar as mais importantes competições do esporte, o campeonato mundial e a olimpíada.


A CBTM, que é a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, é responsável pela organização das competições nacionais e por convocar os atletas brasileiros para disputas internacionais.

REGRAS “BÁSICAS” DO TÊNIS DE MESA

A PARTIDA
As partidas de tênis de mesa podem ser disputadas em melhor de 3 sets, 5 sets ou 7 sets (depende do torneio). Vence a partida quem ganhar o maior número de sets, por exemplo em uma partida com melhor de 7 sets, vence o atleta que ganhar 4 sets primeiro (sem a obrigação de ser consecutivo), pode ser por 4x0, 4x1, 4x2 ou 4x3.

Cada set vai até 11 pontos, mas o jogador para ganhar com 11 pontos, deve abrir dois ou mais pontos de vantagem, exemplo: 11 x 9, 11 x 8, 11 x 7 e etc. Caso o set chegue empatado em 10 a 10, ele continuará até que algum atleta consiga abrir dois pontos de vantagem, exemplo: 13 x 11, 18 x 16, 21 x 19 e etc.

O atleta que atua de um lado da mesa, obrigatoriamente deve atuar do outro lado, no set seguinte. Quando estiver no último set do jogo, ocasionado por um empate de 1x1, 2x2 ou 3x3 (dependendo da competição), quando um dos jogadores fizer 5 pontos, os dois deverão mudar de lado da mesa.

A MESA
Têm 2,74m de comprimento e 1,525mm de largura e 76cm de altura. Tendo uma linha branca de 2cm de largura em toda a sua volta. Para os jogos de duplas, ela é dividida em duas partes iguais por uma linha branca de 3mm de largura, no sentido do comprimento

O SAQUE
Para começar o jogo, um jogador deve jogar a bola para cima com a palma da mão aberta e o mesmo posicionado na parte de trás da mesa. Ao jogar a bola para cima, ela deve viajar a uma altura de pelo menos 15cm, e o jogador só é permitido tocá-la com a raquete quando a bola estiver em sua trajetória descendente (caindo em direção ao solo);

A bola deve bater uma vez em cada lado da mesa para o saque ser considerado legal (no lado da mesa de quem saca e no lado da mesa de quem recebe o saque);

Se a bola por acaso tocar a rede durante o saque e cair no lado oposto, o jogador deve sacar novamente. O jogador pode sacar quantas vezes for necessário caso a bola insista em encostar na rede e cair no lado do adversário.

Se a bola toca a rede e cai em seu próprio lado, é considerado ponto para o seu adversário


A REDE

A rede estende-se por 15,25cm além das bordas laterais da mesa e tem 15,25cm de altura, devendo ser de cor escura e deve possuir a sua parte superior branca.




A BOLA E A RAQUETE

A bola deve ser branca ou laranja e de material plástico. A raquete deve ser de duas cores, preto ou vermelho.




QUANDO O ATLETA PERDE O PONTO (disputado)?

·   Errar o saque
·   Errar a devolução do saque
·   Tocar na bola duas vezes consecutivas
·   A bola tocar em seu campo duas vezes consecutivas
·  Bater com o lado de madeira da raquete
·  Movimentar a mesa de jogo
·  Ele ou a raquete tocar a rede ou seus suportes
· Sua mão livre (que não está segurando a raquete) tocar a superfície da mesa durante a sequência do ponto.

JOGOS DE DUPLAS


Valem as mesmas regras dos jogos de simples, citados acima, com pequenas modificações como:

O saque deve ser feito obrigatoriamente em diagonal (também conhecido como canto a canto) e sempre do lado direito de quem saca, para o lado direito de quem recebe;

Cada jogador só pode bater(atacar) uma vez na bola. Exemplo: Se você rebater a bola para o lado adversário e eles devolverem, quem deverá atacar agora é o seu parceiro. Caso você ataque de novo, a dupla perde o ponto. 





CURIOSIDADE: O tênis de Mesa se tornou esporte olímpico somente em 1988, em Seul, na Coréia do Sul. Desde então, existe um amplo domínio por parte da China. Até o Rio 2016, tinham sido disputadas em torneios de simples, duplas e por equipes, 100 medalhas e a China ganhou 53, sendo 28 de Ouro. Além da China, apenas Coréia do Sul com 3 de Ouro e a Suécia com 1 medalha de Ouro possuem títulos olímpicos. O brasil nunca ganhou medalha olímpica nessa modalidade.


Atletas brasileiros mais conhecidos: 

Claúdio Kano, Hugo Hoyama, Thiago Monteiro, Casuo Matsumoto, Gustavo Tsuboi, Hugo Calderano (melhor brasileiro no ranking mundial, 6º colocado “Abril de 2020”).


Lígia Silva, Gui Lin, Jéssica Yamada, Caroline Kumahara, Bruna Takahashi (melhor no ranking mundo, 49º colocada “Abril de 2020”).  


Clique AQUI para ver a atividade proposta para esse conteúdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário