MENUS E SUB MENUS

quarta-feira, 14 de abril de 2021

ENSINO DO BASQUETE

 

A ATIVIDADE SOBRE ESSE CONTEÚDO VOCÊ ENCONTRA CLICANDO AQUI




    DEFINIÇÃO - Basquetebol – significa bola na cesta (basket = cesta + ball = bola).

O objetivo do basquete é fazer cesta para marcar pontos.


ORIGEM DO BASQUETE


Em dezembro de 1891, o professor de Educação Física canadense James Naismith, dos Springfield College então denominada de Associação Cristã de Moços, em Massachusetts, Estados Unidos, recebeu uma tarefa de seu diretor: criar um esporte que os alunos pudessem praticar em um local fechado, pois o inverno costumava ser muito rigoroso, o que impedia a prática do Beisebol e do Futebol Americano.

O professor prendeu dois cestos de pêssego no alto de uma parede e as equipes tinham que encestar a bola. 

O professor Naismith e seus jogadores da Universidade do Kansas
As primeiras bolas de basquete tinham costuras.
 

O basquete foi trazido para o Brasil em 1896 pelo norte-americano chamado Auguste F. Shaw, sendo praticado pela primeira vez na Associação Cristã de Moços, no Rio de Janeiro.

O Brasil já foi campeão mundial tanto no masculino (1959 e 1963) quanto no feminino (1994). Além disso, temos duas medalhas olímpicas no feminino: prata em Atlanta (1996) e bronze em Sydney (2000) e três medalhas no masculino: bronze em Londres (1948), Roma (1960) e Tóquio (1964).

Fotos de alguns atletas brasileiros históricos para nosso basquete.

Equipe campeã mundial em 1994 na Austrália

“Magic“ Paula e Hortência (campeãs mundiais em 1994 e medalha de prata olímpica em Atlanta 1996)

Oscar Schmidt (1093 pontos em olimpíadas) e mais de 49.737 pontos marcados (marca extra oficial)
Janeth (campeã mundial em 1994 e 2 medalhas olímpicas: prata em Atlanta 1996 e bronze em Sydney 2000)

A QUADRA DE BASQUETE

 
As marcações da quadra: antes (esquerda) e atual (direita)!

A quadra de basquete possui 28 metros de comprimento (de uma linha de fundo a outra) por 15 metros de largura (de uma lateral a outra).

  A quadra possui duas linhas de 3 pontos (a 6,75m, medido desde o ponto no piso, abaixo do centro da cesta dos oponentes, até a borda externa do arco).

 A altura do aro (cesta) é de 3,05 metros. Alinha de lance livre fica a 5,80m da linha de fundo e a 4,60m do aro.

  Existe áreas de semicírculo (1,25m), que servem para demarcar uma área específica para a interpretação da carga/bloqueio, embaixo da cesta.

REGRAS BÁSICAS DO BASQUETE

  Início de jogo - A partida se inicia com uma disputa de bola ao alto, com 1 jogador de cada equipe, no centro da quadra;

  Equipes - existem duas equipes que são compostas por 5 jogadores cada (em jogo), mais 7 reservas, totalizando 12 jogadores;

  Como jogar a bola – é jogada com as mãos. Pode ser dado 1 passo sem driblar a bola ou 2 passos sem driblar, quando for fazer uma cesta. Não é permitido driblar com as duas mãos ao mesmo tempo; (driblar = bater a bola no chão)

  Duração da partida - A partida de basquete possui 4 quartos de 10 minutos. Com intervalos de 2 minutos entre o 1º e 2º quarto (1ª metade) e 3º e 4º quarto (2ª metade). E um intervalo de 15 minutos entre o 2º e 3º quarto;

Se houver empate, haverá uma prorrogação de 5 minutos, para que tenhamos um vencedor. Se persistir o empate, teremos a 2ª prorrogação de 5 minutos, e assim sucessivamente até que uma equipe vença.

Ø Valores das cestas - Existem 3 tipos de valores para as cestas no basquete. Vejamos:

1 ponto - para cada lance livre convertido;

2 pontosquando uma cesta da área de campo de 2 pontos é convertida (da linha de 3 pontos (6,75m) até próximo da linha de fundo);

3 pontosquando uma cesta da área de campo de 3 pontos é convertida (que começa atrás da linha de 3 pontos, a 6,75m do aro).

A linha de 3 pontos não é parte da área da cesta de 3 pontos.  Se o jogador arremessar e pisar na linha ¨dos 3¨, a cesta só valerá 2 pontos.

Ø  Regra dos 5 segundos: um jogador que está sendo marcado não pode ter a bola em sua posse sem driblar por mais de 5 segundos.

Ø Regra dos 3 segundos: um jogador não pode permanecer mais de 3 segundos dentro da área restritiva (garrafão), sem a posse de bola, enquanto sua equipe está na posse da bola;

Ø  Regra dos 8 segundos: se uma equipe está com a bola na sua zona de defesa, terá 8 segundos, para fazer com que a bola chegue à zona de ataque (ou seja, deve passar do meio da quadra). Se não fizer, a equipe perderá a posse de bola;

Ø  Bola retornada do ataque para a defesa: quando a equipe passar para a quadra de ataque com a posse de bola, não poderá voltar para a quadra de defesa com a posse de bola. Se isso acontecer, a posse de bola passa para a outra equipe.

Ø  Regra dos 24 segundos: uma equipe com posse de bola, deve tentar um arremesso para a cesta dentro dos 24 segundos. Se não, perderá a posse de bola;

Ø Falta pessoal: é a falta cometida por cada jogador. Quem cometer 5 faltas será excluído do jogo (ou seja, o limite é de 4 faltas pessoais em toda a partida);

Ø  Limite de faltas coletivas/de equipe: cada equipe pode fazer até 4 faltas em cada quarto. Da 5ª (quinta) falta em diante, serão concedidos lances livre aos adversários;

Ø Falta antidesportiva: falta pessoal que, no entender do árbitro, foi cometida com contato excessivo, desnecessário ou sem nenhuma tentativa legítima de jogar dentro do espírito e regras do jogo. Quem fizer 2 faltas antidesportivas será excluído da partida. A equipe que sofrer esse tipo de falta, terá direito a lances livres e mais a posse de bola;

Ø Falta técnica: falta cometida por um jogador ou técnico sem envolver contato pessoal com o adversário, geralmente por contestação grosseira das decisões do árbitro. Quem fizer 2 faltas, será excluído da partida. Aos adversários, é dado 1 lance livre e a posse de bola segue com a equipe que tinha a posse antes da falta;

Ø  Falta desqualificante – é uma falta com extrema violência, passível de expulsão da partida, onde o infrator deverá se dirigir ao vestiário. A equipe contrária ao infrator terá direito a 2 lances livre e mais a posse de bola.

POSIÇÕES DOS JOGADORES NO BASQUETE

Armador: O jogador que atua na posição 1 é o responsável por organizar as jogadas de ataque.Geralmente é o mais baixo da equipe.

Ala/armador: jogador da posição 2, auxilia o armador na organização das jogadas ofensivas.


Ala: joga na posição 3, pelos lados da quadra e mescla as funções de ala e armador.

Ala/pivô: geralmente é o ala de força, joga na posição 4 mais próximo a cesta, mas possui mais mobilidade que o pivô.

Pivô: é o que joga na posição 5, joga mais próximo a cesta e geralmente é o mais alto da equipe.

No basquete moderno observamos grande mobilidade e variedade em todas as posições.

FEDERAÇÕES DO BASQUETE E ALGUMAS COMPETIÇÕES!

FIBA – Federação Internacional de Basquete. É a responsável por organizar os campeonatos mundiais e a competição de basquete nos jogos olímpicos. E é quem realiza as mudanças nas regras.
CBB - A Confederação Brasileira de Basketball (CBB) é o órgão maior do basquete brasileiro, responsável pela organização e chancela dos eventos e representação dos atletas do basquete no Brasil.

NBA (National Basketball Association) – É a associação nacional de basquete dos Estados Unidos, onde estão os melhores jogadores do mundo. É a competição mais conhecida mundialmente do basquete.

NBB - O Novo Basquete Brasil é uma competição brasileira de basquetebol masculino que é considerado o Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino.

FUNDAMENTOS DO BASQUETE

Vejamos os fundamentos do basquete: passe, recepção, drible, finta, arremesso, rebote, assistência, enterrada e toco.

PASSE- tem como objetivo a colocação da bola num companheiro que se encontre em melhor posição. Exemplos: passe quicado/picado (em direção ao solo), passe por cima da cabeça, passe de peito (empurrando a bola na frente do corpo), passe com uma das mãos, etc.

RECEPÇÃO (empunhadura): é o ato de receber a bola (alto, baixo).

DRIBLE: é quicar/bater a bola no chão. Exemplos: Drible alto em progressão (geralmente em contra ataques), drible baixo de proteção(quando há um marcador próximo).

FINTA: é o ato de enganar ou desequilibrar o adversário, realizando uma ação de deslocamento com ou sem a posse de bola.

ARREMESSO: ato de jogar a bola em direção ao aro(cesta). Exemplos: arremesso com jump (pulo), arremesso parado, arremesso de bandeja (usando a tabela).

REBOTE: É a recuperação da bola, após um arremesso não convertido. São dois tipos de rebotes:

Ø  Rebote defensivo – recuperação da bola, após um arremesso não convertido da equipe adversária

Ø  Rebote ofensivo – recuperação da bola, após um arremesso não convertido pela própria equipe.

ASSISTÊNCIA: É um passe certeiro para o companheiro (finalizada com a cesta).

ENTERRADA: É um movimento que conjuga o salto e a colocação com firmeza da bola diretamente na cesta.

TOCO: É um bloqueio brusco ao movimento da bola que foi ou está sendo arremessada a cesta por um adversário.

 









Nenhum comentário:

Postar um comentário